"PERMITA-SE SONHAR."

Há muitas opções legais que podem resultar em um roteiro incrível para a Índia. Você pode usar o roteiro abaixo como um template e montar a sua própria viagem em cima dele ou pode segui-lo à risca. Não importa o que escolher, uma viagem até a Índia será sempre inesquecível.

ÍNDIA EXPRESS: TRIÂNGULO DOURADO
08
dias

Por ser uma das civilizações mais antigas do mundo, a Índia testemunhou a fusão de várias tradições e costumes que resultarem em uma variedade imensa e um rico patrimônio cultural. Obteve sua independência há 67 anos e desde então vem experimentando um crescimento socioeconômico, tornando-se autossuficiente na produção agrícola e um dos países mais industrializados do mundo. O fervor nacionalista do povo é a força por trás de tal desenvolvimento; a transformação da nação infunde um sentimento de orgulho nacional nos indianos.

 

COMO CHEGAR

A Índia é o 7º país em extensão territorial do mundo, com sua área sendo delimitada pelo Himalaia ao norte e se estendendo até florestas tropicais no sul. Do rico Rajastão, terra dos marajás e seus palácios imponentes, passando pela reverenciada cidade sagrada hindu de Varanasi, até os safáris nos parques nacionais para ver tigres e outros felinos. A Índia é um lugar que surpreende e encanta pelas suas dicotomias.

 

O potencial dos programas de bem-estar, desenvolvidos através de séculos de sabedoria desta antiga civilização, tem sido aproveitado posicionando a Índia como um centro de Ayurveda, Yoga, Sidha, Naturopatia, etc., juntamente com a filosofia espiritual que tem sido parte integrante do modo de vida dos indianos.

 

Ao mesmo tempo em que cada estado tem seu próprio modo de expressão, como na arte, música, linguagem ou culinária, o indiano é profundamente arraigado ao sentimento de amor à sua nação e tem orgulho de sua civilização ancestral, o que mantém viva até hoje muitas tradições.

 

Entre seus maiores atrativos turísticos estão: Templo de Lótus e Túmulo de Humayun (Nova Délhi), Palácio Forte Amber (Jaipur), Templo Jain - Ranakpur e City Palace (Udaipur), Forte de Mehrangarh (Jodhpur), Rio Ganges (Varanasi) e, claro, Taj Mahal e Forte Vermelho (Agra).

 

Capital: Nova Délhi.

Moeda: Rupia indiana (INR).

Língua oficial: Hindi e inglês.

Governo: República com democracia parlamentar.

Cidades mais populosas: Mumbai, Nova Délhi, Bangalore, Hyderabad e Ahmedabad.

Religião: Hinduísmo, budismo, jainismo e sikhismo.

Fuso horário: 8 horas e 30 minutos a mais em relação à Brasília.

 

Principais cidades: Mumbai, Nova Délhi, Bangalore, Calcutá, Chennai (antiga Madras), Hiderabade e Ahmedabad.

 

 

 

CUROSIDADES

    Varanasi, também conhecida como Benares, foi chamada de "cidade antiga" quando Buda a visitou em 500 a.C. e é hoje a mais antiga cidade continuamente habitada do mundo.

 

    Artes marciais foram criadas primeiro na Índia e mais tarde se espalharam pela Ásia por missionários budistas.

 

    A Yoga teve origem na Índia e existe há mais de 5.000 anos.

 

    Judeus e cristãos têm vivido constantemente na Índia desde 200 a.C. e 52 d.C., respectivamente.

 

    A Índia não invadiu nenhum país em seus últimos 100 mil anos de história.

 

    O jogo de xadrez foi inventado na Índia.

Ayurveda é a mais antiga escola de medicina conhecida pela humanidade. O Pai da Medicina, Charaka, consolidou Ayurveda há 2.500 anos.

 

 

Agra

    Agra é uma cidade antiga que ganhou notabilidade durante o reinado dos Mongóis. É famosa por ser o lar de uma das Sete Maravilhas do Mundo, o Taj Mahal. O Taj é um monumento de tal elegância que é considerado sinônimo de beleza. Outro ponto de interesse é o Forte de Agra, uma imponente fortaleza nas margens do rio Yamuna, que é Patrimônio Mundial.

 

Délhi

   Nenhuma outra cidade do mundo é como Délhi, a capital da Índia. Uma das cidades mais antigas do mundo, Délhi tem uma excelente integração entre a cidade velha, em Old Délhi, e a moderna, em Nova Délhi. Imponente e histórica, a cidade é um dos destaques incontestáveis do país, onde é possível encontrar uma série de sítios históricos, incluindo Red Fort, a Tumba de Humayun e Qutub Minar. A cidade é normalmente o primeiro porto de escala para aqueles que planejam visitar o norte da Índia.

 

Goa

    Situada na costa oeste da Índia, Goa é um dos estados mais encantadores na Índia. Anteriormente uma colônia portuguesa, possui diversas atrações como praias com palmeiras, quilômetros de areias douradas, campos verdes exuberantes, um mosaico incrível de patrimônio cultural, magníficas igrejas, templos, fortalezas e monumentos, enfim, uma síntese cultural única do leste e oeste.

 

Jaipur

    Jaipur, chamada de "a cidade rosa" devido à cor das paredes da cidade antiga, é de fato um deleite visual. A cidade, que é o Santo Graal do turismo indiano, possui diversos monumentos mundialmente conhecidos, entre eles o Palácio dos Ventos ou Hawa Mahal, Palácio da Cidade de Jai Singh e Jantar Mantar Observatory, construído pelo fundador da cidade, Maharaja Sawai Jai Singh II, um homem famoso por seus talentos como político, astrônomo e matemático.

 

Jodhpur

    Jodhpur é conhecida como a Cidade do Sol, porque o sol brilha ali todos os dias do ano, e como Cidade Azul, já que a maioria das casas na parte antiga da cidade está pintada de azul. Fortalezas e palácios, templos e havelis, cultura e tradição, especiarias e tecidos, cores e texturas, a indústria de artesanato em expansão, todos se somam para fazer esta cidade histórica merecedora de uma visita.

 

Udaipur

    Udaipur é frequentemente chamada de "Veneza do Oriente" e de "cidade dos lagos". O Palácio do Lago, localizado no meio do Lago Pichola, é o melhor exemplo de maravilha arquitetônica e cultural. O grandioso City Palace, às margens do lago junto com o Palácio Monsoon na colina, realça a beleza desta magnífica cidade. Udaipur é também centro de artes e artesanato, famosa pelas suas pinturas em miniatura.

 

Varanasi

    Varanasi é considerada uma das cidades mais antigas no mundo, atraindo visitantes que desejam um encontro com o divino. Diz a lenda que quem morre ali será liberado do ciclo de vida e, portanto, é uma das cidades mais sagradas para os hindus.

 

Rishikesh

     Rishikesh, conhecida como a "capital mundial da Yoga", é um destino ideal não só para os peregrinos, mas também para aqueles que querem se aprofundar na meditação, yoga e outros aspectos de práticas antigas. A Semana Internacional de Yoga, que atrai a participação de todo o mundo, é realizada todos os anos no início de fevereiro, nas margens do rio Ganges.

CLIMA

Clima: Varia bastante, dependendo da época do ano e da zona visitada, desde o árido deserto do Rajastão até as montanhas de Assam, comprovadamente a zona mais úmida do planeta.

 

Estações: Basicamente são classificadas como a estação fria entre janeiro e fevereiro, a quente de março a maio, a de monções do sudoeste de junho a outubro e a da cessação das monções, de novembro e dezembro.

 

Melhor época: Durante o inverno, o clima é seco e a temperatura agradável. É recomendável visitar a Índia no fim do outono, durante o inverno e no começo da primavera, pois em outras épocas a temperatura é muito elevada, embora as noites e amanheceres possam ser um pouco frios.

ENTRE em CONTATO

peça uma COTAÇÃO